Travele

Importância da gestão de viagens corporativas

Mudança das regras de comissionamento

As eminentes mudanças nas regras de comissionamento pago pelas companhias aéreas representam um agravante para as agências de turismo, visto que, se o cliente entrar diretamente no site da empresa aérea ele possivelmente conseguirá emitir o bilhete por um valor mais baixo.

A TAM, por exemplo, já oficializou a mudança. Klaus Kuhnas, diretor de vendas da companhia, adiantou*1 que o acordo com a ABAV (Associação Brasileira dos Agentes de Viagens) para a venda de passagens aéreas irá incluir o comissionamento no próprio bilhete. Essa será uma unidade percentual de 10% sobre o preço(30 reais como valor mínimo).

Essa mudança adotada pela TAM é uma tendência de mercado, ou seja, as demais companhias deverão, em breve, adotar o mesmo procedimento.

Neste contexto, as agências necessitarão, urgentemente, agregar valor aos serviços prestados aos seus clientes.

Exigência das grandes empresas

Existe uma tendência de que as grandes empresas(onde os custos com atividades de turismo representam uma das cinco maiores despesas) estarão exigindo que as agências possuam ferramentas de auto-gestão de reservas e emissões via internet para a gestão de gastos com viagens. Sendo assim, a disponibilidade ou não dessa ferramenta será um fator preponderante para o fechamento de contratos com as agências.

Na mídia

Soluções de self-booking ajudam empresas a cortar custos com gestão de viagens até 25%. *2

De acordo com pesquisa da Amadeus encomendada à Association of Corporate Travel Executives(ACTE), mais de nove em cada dez entrevistados (92.7%) acreditam que o aumento de componentes de tecnologia no dia-a-dia do gerente de viagens permite ao profissional dedicar mais tempo ao desenvolvimento de estratégias. *3

Para especialistas, o cenário favorece o emprego do self-booking, ferramenta de auto-gestão de reservas via web, que já reduziu em 9,1% o gasto médio das companhias européias e norte-americanas com as viagens de seus executivos. *4

Como podemos ver, muitos são os fatos e motivos que justificam a necessidade de se ter um sistema de Self-Booking e Self-Ticket. Com o tempo, essa necessidade vai se tornar um pré-requisito.

Saia na frente e adquira agora mesmo a solução que vai integrar e otimizar seus processos, aumentar suas vendas e trazer um diferencial nos serviços prestados aos seus clientes.

*1 Fonte: Site AMBITUR, notícia "O tripé tem de se entender", de 06/12/2007.
*2 Fonte: Site Amadeus, pesquisa: Business Travel Research Centre da Universidade de Cranfield.
*3 Fonte: Jornal de Turismo, notícia "Estudo revela relação de executivos quanto à tecnologia", de 28/06/2006.
*4 Fonte: Portal Fator Brasil, notícia "Viagem de negócios na era da auto-gestão", de 30/11/2007.